Publicado em 07/03/2016 às 07h48

Sherman Trezza e Raiza Goulão são top 3 na Copa Internacional de MTB

Minas Gerais

Prova classificada como Hors Class (SHC), ofertando 160 pontos aos campeões nos rankings internacionais, foi concluída neste domingo (6) em Araxá

São Paulo (SP) - Sherman Trezza (Caloi Elite Team) e Raiza Goulão (Specialized Racing BR), dupla de atletas do Shimano Sports Team, fizeram bonito na terceira e última prova da abertura da Copa Internacional de Araxá. Após estarem no pódio do contrarrelógio e do short track (pista curta) nos dois dias anteriores, na disputa decisiva da competição Sherman e Raiza terminaram ambos no terceiro lugar das super elites, conquistando também a terceira posição no geral. Com o resultado, os dois somaram 130 pontos nos rankings mundial e no olímpico, que definirá os representantes do Brasil na Olimpíada Rio 2016.


Sherman Trezza (Thiago Lemos / pedal.com.br)

Com a terceira colocação no cross country olímpico, após um nono lugar na abertura e um sétimo no segundo dia, Sherman Trezza garantiu o terceiro lugar geral. O ciclista mineiro ficou atrás apenas de Henrique Avancini, campeão no somatório dos três dias, e do português David Rosa, vencedor deste domingo. Também estiveram no top 10 Ricardo Pscheidt (Trek/Shimano), sexto no geral, Daniel Grossi (Groove/Shimano), na oitava posição, e Guilherme Muller (LM/Sense) em décimo no somatório das três provas.


Raiza Goulão (Fabio Piva / pivaphoto.com)

"Foram três dias em que somaram-se os tempos acumulados para definição dos campeões. No contrarrelógio os tempos foram muito próximos e o importante era não errar. No short track me classifiquei bem para a final, que fechei em sétimo muito próximo dos líderes, sem perder muito tempo. O dia que mais contava era o cross country, com uma prova de cerca de uma hora e meia. Sabia da importância do XCO, porque ganhar ou perder 30 segundos era muito fácil", avaliou Sherman.


Lucas Sírio (Fabio Piva / pivaphoto.com)

"Estava confiante para o cross country olímpico, porque meus treinos de base foram muito bem feitos, focando em maiores distâncias, então sabia que meu final de prova seria bom. Consegui me manter no grupo da frente logo no começo, sofri para buscar os líderes, mantive e fui o terceiro. Estou bem feliz com tudo que fiz nesses três dias, sendo bem constante e andando bem no dia mais importante", completou o ciclista de Lambari (MG).

A receita da goiana Raiza Goulão foi a mesma de Sherman. Administrar nos dois dias em que as provas não eram suas especialidades, ao garantir o quarto lugar no contrarrelógio e o sexto no short track. Na disputa final, Raiza esteve boa parte da prova na segunda colocação, revezando as posições com a campeã Maja Wloszczowska, da Polônia, e a vice Daniela Campuzano, do México.


Bruna Elias (Fabio Piva / pivaphoto.com)

"Estou muito feliz com esse resultado. Este ano estou ainda mais muito motivada, com meus novos treinadores que têm feito um trabalho bem legal comigo, visando estar na Rio 2016. Tenho uma ótima estrutura com minha equipe e patrocinadores e me sinto vitoriosa depois de obter esse terceiro lugar. Disputei por uma questão de segundos com duas ótimas atletas, Maja e Daniela, o que me faz crer que nas provas internacionais posso conquistar bons resultados com a camisa da seleção brasileira. Nunca vi tanta gente torcendo por mim, sinceramente me senti como em uma Olimpíada. Foi muito grande apoio do público de Araxá, que ajudou a fazer a diferença", comemorou Raiza.


Isabella Lacerda (Thiago Lemos / pedal.com.br)

Também atleta do Shimano Sports Team, a mineira Isabella Lacerda (LM/Sense) encerrou a competição na sétima colocação geral, somando 90 nos rankings internacionais. O resultado veio após o quinto lugar no XCT, o oitavo no short track e a sétima posição no XCO. "A prova foi muito dura e venho de uma sequência grande de competições. Estou feliz com minha evolução. Neste último dia me senti bem melhor do que antes, consegui fazer força e cheguei quase no meu limite. Saio daqui consciente de que fiz o meu melhor. Será uma temporada longa e difícil, mas estou disposta a brigar pela vaga na Rio 2016", contou Isabella Lacerda.

Mais resultados - Ainda na super elite, mais ciclistas do Shimano Sports Team ficaram entre os destaques. No feminino, Sofia Subtil (Audax/Shimano) terminou a competição no 11º no geral. Já entre os homens, Frederico Mariano (Caloi Elite Team) foi o 13º, após o terceiro lugar no short track. Nas categorias de base do esporte, a dupla de atletas da equipe Specialized Racing BR também deu motivos de sobra para a Shimano se orgulhar. Enquanto a gaúcha Bruna Elias foi a campeã da júnior, o mineiro Lucas Sírio terminou com o vice-campeonato, também júnior.


Serviço de suporte neutro Shimano (Thiago Lemos / pedal.com.br)

Suporte Neutro Shimano - A Shimano ofereceu mais uma vez, na Copa Internacional de Mountain Bike, o seu serviço de Suporte Neutro, fundamental para os atletas do ciclismo. Trata-se de um auxílio aos competidores, tanto das categorias profissionais quanto das amadores, dando suporte e manutenção às bikes dos atletas. Nele, os Anjos Azuis fazem regulagem da bicicleta, troca de peças (o ciclista compra a peça em uma loja credenciada e os mecânicos fazem a instalação), alinhamento de rodas e gancheira, troca de pneus, entre outros ajustes.

Super elite masculina - XCO

1 - David Rosa (Portugal) - 1h29min53
2 - Henrique Avancini (Brasil) - 1h30min27
3 - Sherman Trezza (Caloi Elite Team) - 1h31min08
4 - Catriel Soto (Argentina) - 1h31min26
5 - Lukas Kaufmann (Suíça) - 1h31min47
6 - Ricardo Pscheidt (Trek/Shimano) - 1h32min20
7 - Daniel Grossi (Groove/Shimano) - 1h33min18
8 - Michal Lami (Eslováquia) - 1h33min30
9 - Guilherme Muller (LM/Sense) - 1h33min37
10 - José Gerardo Ulloa (México) - 1h33min49

Super elite feminina - XCO

1 - Maja Wloszczowska (Polônia) - 1h22min55
2 - Daniela Campuzano (México) - 1h23min42
3 - Raiza Goulão (Specialized Racing BR) - 1h24min51
4 - Jovana Crnogorac (Sérvia) - 1h26min18
5 - Agustina Apaza (Argentina) - 1h26min31
6 - Mary McConneloug (EUA) - 1h26min56
7 - Isabella Lacerda (LM/Sense) - 1h27min57
8 - Evelyn Muñoz (Chile) - 1h34min34
9 - Nathalie Schneitter (Suíça) - 1h34min34
10 - Érika Gramiscelli (Brasil) - 1h34min55

Resultados acumulados

Super elite masculina


1 - Henrique Avancini (Brasil) - 2h26min38
2 - David Rosa (Portugal) - 2h27min17
3 - Sherman Trezza (Caloi Elite Team) - 2h28min33
4 - Lukas Kaufmann (Suíça) - 2h28min52
5 - Catriel Soto (Argentina) - 2h28min53
6 - Ricardo Pscheidt (Trek/Shimano) - 2h29min26
7 - Michal Lami (Eslováquia) - 2h30min36
8 - Daniel Grossi (Groove/Shimano) - 2h30min53
9 - Rubens Valeriano (Brasil) - 2h31min22
10 - Guilherme Muller (LM/Sense) - 2h32min12

Super elite feminina

1 - Maja Wloszczowska (Polônia) - 2h21min28
2 - Daniela Campuzano (México) - 2h22min56
3 - Raiza Goulão (Specialized Racing BR) - 2h25min30
4 - Agustina Apaza (Argentina) - 2h26min20
5 - Jovana Crnogorac (Sérvia) - 2h27min06
6 - Mary McConneloug (EUA) - 2h27min21
7 - Isabella Lacerda (LM/Sense) - 2h30min
8 - Nathalie Schneitter (Suíça) - 2h36min30
9 - Érika Gramiscelli (Brasil) - 2h40min21
10 - Evelyn Muñoz (Chile) - 2h41min10

Sobre a Shimano - Empresa líder de mercado em componentes e acessórios para bicicleta e pesca, a Shimano foi criada em 1921 e possui sede em Sakai, no Japão. O escritório da Shimano Latin America (SLA) foi fundado em 2007.

A Shimano desenvolveu as exclusivas tecnologias STI (Shimano Total Integration - alavanca de marchas e freio integrados), SPD (Shimano Pedaling Dynamics - para sapatilhas e pedais) e SIS (Shimano IndexSystem), reconhecidos e referência no mundo todo. Possui entre suas marcas nomes que são sinônimos de qualidade e performance no universo ciclístico: XTR, Dura Ace, Ultegra, DI2.

Mais informações no site: http://bike.shimano.com.br
Twitter:@shimanobrasil
Fanpage no Facebook: www.facebook.com/shimanobrasil

Gustavo Coelho / Doro Jr. - Mtb 13209
E-mail: gustavo@zdl.com.br
Tel: 11 32855911 / Vivo: 11 9.8457-9699

Siga a ZDL no twitter:twitter.com/ZDLcomunica

e no facebook ZDL Comunicação